noticias582 Seja bem vindo ao nosso site VIAJE SERGIPE!

Artigos

CRENTES PINÓQUIOS- ELES EXISTEM?(1) O mal que eles se fazem e ao Reino de Deus

Artigo do pastor José Carlos Tores, da Igreja Batista no Rio de Janeiro

Publicada em 19/01/21 às 09:28h - 369 visualizações

Pastor José Carlos Torres


Compartilhe
Compartilhar a noticia CRENTES PINÓQUIOS- ELES EXISTEM?(1) O mal que eles se fazem e ao Reino de Deus  Compartilhar a noticia CRENTES PINÓQUIOS- ELES EXISTEM?(1) O mal que eles se fazem e ao Reino de Deus  Compartilhar a noticia CRENTES PINÓQUIOS- ELES EXISTEM?(1) O mal que eles se fazem e ao Reino de Deus

Link da Notícia:

CRENTES PINÓQUIOS- ELES EXISTEM?(1) O mal que eles se fazem e ao Reino de Deus
 (Foto: Divulgação / Portal de Notícias/Viaje Sergipe)
A pergunta formulada no título deste post pode parecer estranha e, sua resposta positiva, uma impossibilidade. Mas, pensemos nela de forma mais ampla e figurada, sem esperar, é claro, que os narizes dos crentes pinóquios cresçam a cada mentira, como o do personagem que conhecemos.
É evidente que, esta expressão, nós não a encontraremos em textos do Novo Testamento, pois lhes é historicamente posterior. A ideia, entretanto, de crentes que não tiveram mudada a natureza do seu ser, que bem parece que não se converteram, que apresentam óbvias incoerências entre o que dizem ser e o que vivem, e continuam expressando em suas vidas um compromisso quase incondicional com o mundo, além do seu pouco apego às exigências apresentadas nos ensinos de Jesus e dos apóstolos, isso é fartamente colocado nos ensinos de Jesus e nos dos apóstolos.

Consideraremos, nas reflexões desta série,  algumas lições e referências bíblicas, apenas na Primeira Carta de João que, se fossem escritas hoje, bem poderiam descrever crentes pinóquios dos nossos dias:
LIÇÃO 01- Crentes pinóquios não têm consciência de que, sem deixarem de ser humanos, nasceram de novo e são novas criaturas em Cristo. Eles não têm consciência de pecado, tornam-se incapazes de se arrependerem e, por isso, fazem Deus mentiroso e fecham suas vidas para a operação permanente da graça perdoadora e sempre regeneradora e santificadora de Deus, como podemos ver em 1 João 1:8-10: "Se dissermos que não temos pecado, enganamo-nos e mentimos a nós mesmos, e não há verdade em nós.... E se   dissermos que não pecamos, fazemos Deus mentiroso, e a sua palavra não está em nós."
De modo bem diferente, crentes que se recusam radicalmente e a partir da sua nova natureza a serem pinóquios, que não mentem a si mesmos sobre sua humanidade e finitude, têm consciência de que são pecadores, embora salvos, confessam seus pecados com sinceridade e submissão ao senhorio divino, abrem suas vidas para uma cada vez mais profunda comunhão com Deus, e para que o Espírito Santo realize a obra santificadora de que precisam, como do ar que respiram, para que possam viver sendo fiéis ao Senhor.
Para tanto, é necessário que "confessemos nossos pecados", para que possamos experimentar que "o Senhor é fiel e justo para perdoar-nos e purificar-nos de todos os pecados e injustiças até então praticados.
Você conhece alguns crentes pinóquios? Você mesmo, em alguns momentos da sua vida, desejavelmente vivida em Cristo, já se flagrou "pinoquiando", vivendo, mesmo sem nunca dizer isso, como se não mais fosse um pecador carente da graça de Deus?
Quando assim vivemos, mentimos a nós mesmos, nos tornamos crentes pinóquios e, até mesmo, fazemos de Deus um mentiroso e deletamos da nossa vida a possibilidade da operação do poder regenerador e transformador da sua presença em nossas vidas.
Para superarmos este gravíssimo problema, verdadeira patologia espiritual, procuremos viver, diuturnamente, nosso compromisso com a observância dos ensinos do Senhor, uma das condições essenciais para vivermos em comunhão com Deus e na felicidade dos que são fiéis aos seus ensinos.
E quando errarmos, conscientes e humildemente reconheçamos nossos pecados e, arrependido, busquemos o perdão divino. Somente assim poderemos continuar a nossa luta por uma vida cristã íntegra, mesmo sabendo, em nossa finitude, que isso não implica em nunca pecar.
Pastor Torres



ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (79)9 91615033

Visitas: 1334455
Usuários Online: 89
Copyright (c) 2024 - VIAJE SERGIPE - Rua Simão Dias,209 - S/01 Centro - Aracaju/Sergipe/Brasil. - Fone:(79) 9 9979-7974 /- Whatsapp (79) 9 9161-5033