Domingo, 13 de Julho de 2020
Artigos

LUTAS QUE COVARDE E INCONSCIENTEMENTE NÃO LUTAMOS (3)

Artigo do Pr. José Carlos Torres. Torres é pastor da Igreja Batista de Agua Santa - RJ, (CBB)

Publicada em 17/04/20 às 07:47h - 226 visualizações

por Pastor José Carlos Torres


Compartilhe
   

Link da Notícia:

 (Foto: Divulgação)
A igreja de Jesus Cristo enfrenta hoje uma imensa dificuldade para se posicionar no mundo e/ou sociedade em que está inserida, impotente diante de sua cultura e dos subprodutos dela, manifestos em todas as dimensões da vida social, da religiosa à econômica, da política à educacional, por exemplo.

Dominada pela cultura da sociedade específica em que se situa e do mundo globalizado, e decisivamente influenciada pela economia do consumo, a igreja inconscientemente foi deixando de lado o evangelho como central em seu universo conceitual e sua mensagem, o que a fez deixar de olhar o mundo com os olhos de Deus (visão espiritual) e deixar de ver e se indignar diante exemplos e espaços em que a vida e a dignidade do ser humano são banalizadas, agredidas e vilipendiadas.

Uma dessas áreas, a qual volto a considerar nesta postagem, é a do valor da vida humana, não importando o sexo, condições econômicas e sociais das pessoas, segmentos ou grupos enfocados, sua escolhas políticas, sexuais, ideológicas etc.
Especialmente, refiro-me a tudo aquilo que se refere aos preconceitos contra a mulher e à pecaminosa e criminosa omissão a partir da qual não nos pronunciamos, nem agimos, quando a questão é a da violência contra as mulheres que, passando por graves casos de violência física, vai até o absurdo dos estupros.

A reportagem anexa e o link que adicionamos no final deste texto enfocam o brutal aumento desses casos, especialmente de violência doméstica durante a quarentena do Coronavírus, na cidade do Rio de Janeiro e em São Paulo, capital. Leia-o, eu recomendo.

Mas, não são exatamente estas duas cidades que lideram a presença de cristãos e cristãos evangélicos em nosso país? O que pode levar a isso e, concomitantemente, fazer-nos ficar calados, como cristãos, diante de tão grande escândalo e tão graves crimes?

Com certeza, a "teologia" hoje dominante, a qual deveria ser uma ferramenta para que tivéssemos "olhos para ver" não serve mais para isso. Ela se foi tornando, paulatinamente, uma teologia que não pode mais ser dita como cristã e que se foi comprometendo com a morte, a violência e a banalização da vida.

Uma dada teologia, todas elas e a espiritualidade que as embasa são e sempre foram construções históricas e, por isso mesmo, finitas e abertas a desejáveis modificações que as atualizem. Quando isso não ocorre, as razões estão na preguiça intelectual, na ortodoxia fundamentalista e, também, no autoritarismo que impede a circulação livre de idéias que não apenas reforcem a ordem (mesmo que em desordem) vigente.

Não vemos os noticiários de televisão denunciando a violência contra as mulheres? Não lemos os inúmeros artigos em jornais e revistas, e também suas reportagens que põem diante dos nossos olhos esta cruel realidade?

Se nossos olhos não veem e, por isso, não tomamos a devida consciência desta realidade e agimos para mudá-la, algo está errado conosco, como igreja, e a partir disso, pomo-nos distantes de Jesus, ao lado da violência contra as mulheres, e a apoiamos, bem como os estupros contra elas praticados.

Como cristãos, isso é o que desejamos realmente mostrar como "tristemunho" nosso? Afinal, um precioso princípio ético-cristão, ensinado na Carta de Tiago, assim diz: "Aquele que sabe que deve fazer o bem (o bem que deve ser feito), e não o faz, comete pecado". Tiago, 4:17.

Pastor Torres                                                                                                                                                                                                                                https://www.uol.com.br/universa/noticias/redacao/2020/03/24/violencia-domestica-rj-quarentena.htm?fbclid=IwAR3Jylq44oON9zTXFrxuKKMUYyXM1_6fvIo1BrgLTQbu7yCkmKC_8TxSAFE



ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (79)9 9161-5033

Visitas: 527013
Copyright (c) 2020 - Rádio Boas Novas Aracaju - Av. Senador Júlio César Leite, 1445 – Edf. Jardins – S/304 – Bairro Aeroporto / CEP: 49037-580 Aracaju/Sergipe/Brasil - Fone: (79) 99979-7974 - 99974-1811 - 99161-5033 - nairson.turismo@gmail.com