GERAL

Renault Duster Iconic TCe, 1.3 turbo 158 cv, um novo SUV imponente

Publicada em 04/08/22 às 10:02h - 285 visualizações

por Arnaldo Moreira


Compartilhe
Compartilhar a notícia Renault Duster Iconic TCe, 1.3 turbo 158 cv, um novo SUV imponente  Compartilhar a notícia Renault Duster Iconic TCe, 1.3 turbo 158 cv, um novo SUV imponente  Compartilhar a notícia Renault Duster Iconic TCe, 1.3 turbo 158 cv, um novo SUV imponente

Link da Notícia:

Renault Duster Iconic TCe, 1.3 turbo 158 cv, um novo SUV imponente
 (Foto: Arnaldo Moreira)
Texto e fotos: Arnaldo Moreira

Viajar num carro do porte do SUV Renault Duster Iconic TCe, agora com motor 1.3 turbo flex, de 1.332 cc, é sempre um prazer que se soma ao destino escolhido, Búzios, a famosa cidade turística praiana, no litoral fluminense, tornada famosa nos anos de 1970 pela atriz francesa Brigitte Bardot. 


design é um ponto alto do SUV. Um cara que ficou assistindo quando eu tirava as fotos do carro, disse: "este Duster ficou sublime". A Renault apostou nisso e acertou no alvo. O Duster que antes tinha fama de um carro rústico, digamos, bruto, cresceu em relação ao modelo anterior e ganhou um design para agradar um novo leque de consumidores que procuram um veículo de linhas modernas, imponente "pero sin perder la ternura"


Surgiu então um SUV com linhas marcantes nas laterais, a linha de cintura mais elevada, com personalidade, e um visual agradável, atraente e forte. As caixas das rodas elevadas, robustas e salientes receberam proteção que acompanha a lateral e servem de estribo.


A frente com vincos que elevam a tampa do motor, é imponente, mas parece sorrir pra nós. A grade decorada com elementos em alumínio contrastando com pequenas janelas em preto é encimada, ao centro, pela logomarca Renault, que parece nos chamar, psiu, psiuolha como sou linda e simpática. Os faróis de LED nas extremidades da grade são  "protegidos" pela iluminação de direção diurna em forma de C, nova marca da montadora. Os faróis auxiliares ganharam relevo instalados num overbumper abaixo da grade lhe impondo um certa agressividade, e a já excelente iluminação da Duster ainda ganhou um par de faróis de nevoeiro.


A traseira, como não podia deixar de ser, veio completar a harmonia do design do carro. Bem no meio é exaltado o modelo DUSTER, exato em letras maiúsculas, ou em caixa alta no jargão jornalístico. 


É bojudinha na parte superior, beneficiando a capacidade do porta-malas de quase 500 l, exatos 475 l - com...


... os bancos bipartido rebaixados a capacidade do carro chega a cerca de 1.000 l. 


As lanternas quadradas que invadem um pouco das laterais, a barra plástica em preto, decorativa, mas com cara de para-choques na base do porta-malas e sua base chapa pintada da cor do carro, com as luzes de ré em cada ponta, completam a decoração da traseira.  


Além do passeio test-drive de avaliação do Duster para o Blog a ideia era fazer as fotos do carro na belíssima Rua das Pedras, o que pelo grande movimento de turistas em outras ocasiões, com outros carros em teste pelo Blog, não havia conseguido. 


A viagem se torna mais agradável graças ao conforto e segurança garantidos pelo Duster com seus 170 cv, com álcool, e 162 cv, gasolina, a 5.500 rpm e 27,5 kgfm de torque já a 1.600 rpm, do motor 1.3 turbo, acoplado ao câmbio CVT de oiro velocidades simuladas, que garantem retomadas eficazes e ultrapassagens seguras. 


O consumo do Duster Iconic TEc, hoje uma preocupação a mais por conta dos altos valores dos combustíveis, é de 7,7 km/l na cidade e 11,7 km/l na estrada abastecido com etanol e 11,7 km/l na cidade e 16,1 km/l na estrada, usando gasolina, de acordo com dados da montadora, que confirmo.


O tanque de 50 l, oferece uma autonomia de 538 km com etanol e 740 km com gasolina. A velocidade máxima é de 190 km/h e esse propulsor leva o Duster turbo TCe de 0 a 100 km/h em 9,2 s. Conta com Start/Stop que desliga o motor sempre que o carro para, por exemplo, em semáforos, e tem ainda o sistema Eco Mode - direção econômica. O SUV é um carro veloz, apesar de seus 1.279 kg, e é um veículo econômico.


A segurança do SUV da Renault na estrada é um item que chama a atenção, graças à suspensão McPherson independente, com barra estabilizadora na  dianteira e eixo de torção multilink (molas helicoidais), na traseira. As rodas são de 17" com os excelentes pneus Michelin 215/60.

O Duster conta ainda com controle de estabilidade - que evita as derrapagens -, com auxílio de partida em rampa, assistente de frenagem de emergência, direção elétrica, sensor de ponto cego com aviso luminoso, air bags frontais, sistema Multiview com quatro câmeras e sensor crepuscular. Assim, o SUV oferece uma condução firme, inclusive nas curvas mais acentuadas.


vão livre do solo de 23,7 cm, o ângulo de entrada de 30º e de saída de 34,5º garantem bom comportamento em terrenos acidentados.


O espaço no habitáculo é suficiente para cinco passageiros garantido pelo entre-eixos de 2,673 m, sobrando lugar para três passageiros que contam com cintos de três pontos no banco traseiro, que tem dois engates Isofix. 


O motorista - apenas - tem apoio de braço.


O SUV tem 4,376 m de comprimento, 1,832 m de largura, incluindo os retrovisores, e 1,693 de altura. O teto possui barras longitudinais de fixação em preto. 


Detalhe interessante: a tampa do motor possui, ao invés do tradicional apoio de encaixe, dois amortecedores que mantém o capô aberto.


No quesito entretenimento, a versão do Duster avaliada possui um sistema multimídia com tela de 8", central multimídia Easy Link, com Eco Scoring e Eco Coaching, conexão Android Auto e Apple Carplay, conexão Bluetooth (até seis celulares e duas chamadas simultâneas) e câmara de ré.


O sistema permite ajustes personalizados para até cinco usuários diferentes (mais um convidado), que podem escolher nome e foto de capa, layout personalizado, preferências de áudio, nove estações de rádio, funções de travamento/destravamento das portas, avisos sonoros e som das teclas. A tela mostra ainda as imagens das quatro câmeras do novo sistema Multiview, excelente para visualização de todos os lados do SUV em situações off-road - apesar de o atual Duster não contar mais com 4x4.

Já o painel de instrumentos, além do velocimetro e conta-giros analógicos conta com uma tela de 5" que mostra dados da funcionalidade do carro: autonomia, velocímetro digital, médias de consumo e velocidade, além de velocidade e consumo médios.  

No interior, os painéis são forrados com plástico duro e os bancos têm revestimento Premium Noir Titane. No painel central está instalado o condicionado automático e botões de desligamento o Start/Stop, pisca alerta, câmeras e do controle de estabilidade.


O volante forrado de couro, com ajuste de altura e profundidade, tem controles de piloto automático e de telefone, já os controles do rádio como na linha são feitos num controle a que a Renault chama de satélite, junto ao volante. 

O Duster é oferecido nas seguintes versões e preços a partir de: 

Zen MT ----- R$ 102.290,00

Zen CVT --- R$ 106.690,00

Intense ----- R$ 117.690,00

Iconic ------- R$ 124.790,00

Iconic TCe - R$ 138.790,00


Opinião

Na estrada, a direção do Duster Iconic 1.3 turbo é agradável e confortável. No trecho Rio de Janeiro-Búzios-Rio de Janeiro, de 378 km, o SUV mostrou-se firme e confortável. O carro tem uma rodagem macia, ajudada pelos pneus Michelin. Senti falta de air bags laterais e um apoio de braço para o passageiro do banco da frente. O Duster apesenta-se como um carro com bom custo x benefício.

https://youtu.be/XVDbRBZtLgw





ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (79)9 91615033

Visitas: 1112507
Usuários Online: 81
Copyright (c) 2022 - Rádio Boas Novas Aracaju - Rua Simão Dias,209 - S/01 Centro - Aracaju/Sergipe/Brasil. - Fone:(79) 9 9979-7974 / 9 9974-1811 - Whatsapp (79) 9 9161-5033