Sexta-feira, 30 de Maio de 2020
Veículo

Fiat Argo 1.3 Drive, se mostrou um carro confortável, econômico, com bom desempenho

Publicada em 11/02/20 às 11:39h - 344 visualizações

por Arnaldo Moreira


Compartilhe
   

Link da Notícia:

 (Foto: Divulgação )
Várias pessoas que souberam que eu estava com o Fiat Argo 1.3 Drive, câmbio manual, para avaliar, me perguntaram o que achei do carro, inclusive uma delas quis saber minha opinião na sua escolha pela compra de um Argo. Por ser um modelo ainda muito recente, mas como já testei outras versões e o primo Cronos, posso afirmar que o Argo é um carro urbano, de uma boa dirigibilidade, que não faz feio na estrada, econômico, com bom desempenho, é confortável e tem uma suspensão que podemos considerar excelente, pois absorve muito bem os desníveis das ruas.



Porém, em termos de durabilidade, ou seja, como estará o Argo 1.3 daqui a 10 anos, 15 anos, não sei responder, mas levando em conta alguns modelos da marca como o Palio, produzido em 1996, ou seja 24 anos atrás, a station wagon Palio Weekend, com 23 anos de vida, a picape Strada, com 22 anos de fabricação, também derivada do Palio, carros que estão aí rodando até hoje, têm
 um perfil de durabilidade e confiabilidade. 



Contudo, é preciso deixar claro que a durabilidade de qualquer veículo depende muito dos cuidados que seus donos têm com eles e como os dirigem. Ou seja, se você roda, roda sem fazer a necessária manutenção é natural que seu carro fique imprestável antes do tempo. Assim como nós, se não cuidarmos da saúde. Uma coisa é certa, o motorista, o dono tem de se sentir parte integrante do carro para poder haver uma boa integração homem máquina, condição sine qua non para que a pessoa goste, se sinta confortável com seu carro.



A Fiat foi muito feliz com o desenho do Argo. É atraente, simples de linhas bem definidas. É esteticamente agradável às vistas, com seu ar esportivo. Ressalto os dois vincos laterais, um superior ligando os faróis às lanternas, na altura das fechaduras, e em baixo junto à saia inferior. 



O capô dá a sensação de ser mais amplo do que é na realidade. Encima a grade que decora a frente e separa os faróis com bom facho de luz e guias de LED, abaixo faróis de nevoeiro, importantes para iluminar melhor as margens da estrada.




A traseira guarda um porta-malas de 300 l, aumentados com o rebaixamento do banco. Tem um design moderno com lanternas que invandem a lateral. A tampa do porta-malas abre no interior do carro ou na chave, dificultando o furto e roubo do carro. As rodas de alumínio de 15" escurecidas, com pneus 185/60, dão o retoque de beleza ao Argo. Um ponto positivo, a altura do solo de quase 15 cm (14,9 cm).




O interior é austero e bem acabado. Na versão testada, o banco do motorista tem apenas regulagem de altura e o volante somente ajuste de altura e entre os bancos da frente não há apoio de braços. Os retrovisores externos têm controle elétrico. O ar condicionado, digital, tem as saídas mais amigáveis que existem nos automóveis, são redondas, podem ser direcionadas para qualquer direção e são cromadas.


O conforto interno é de bom nível, assim como o nível de ruído. Os bancos são confortáveis e há espaço para cinco passageiros nos quase dois metros da largura do Argo (1,962 m), aliás criar espaço interno há muito que é especialidade da Fiat. 
Senti falta de um lugar no Argo para colocar o celular.




No painel de material plástico, com cara de boa qualidade, ergue-se uma tela de 7" do sistema multimídia Fiat UConnect, com câmera de ré, controles de mídia, rádio, configurações do carro, e acesso ao sistema Android Auto e Apple Car Play, super amigável de operar. A Fiat oferece ainda wi-fi no carro. Há também tomadas USB e de energia para carregar celulares.



O painel de instrumentos contem o velocímetro, conta-giros e entre eles a tela com velocímetro digital, de 3,5", do computador de bordo. No volante há controles do computador de bordo, viva voz e som.  



No aspeto segurança, o Argo 1.3 Drive vem com controle de estabilidade e tração, direção elétrica, air bags frontais, Isofix, controles elétricos dos vidros dianteiros e traseiros, sensor de pressão de pneus. 


Apertando o terceiro botão, a partir da esquerda, desliga o star/stop

A versão é equipada com o sistema star/stop que desliga automaticamente o motor quando o carro para num sinal ou em outras situações. O star/stop sempre que entra em operação o ar condicionado desliga. Para evitar isso, o sistema pode ser desligado num botão no painel. 






O motor é o conhecido e eficiente Firefly 1.3 flex, com 101 cv e 13,7 kg de torque (gasolina) e 109 cv e 14,2 kg de torque, abastecido com etanol, a 3.500 rpm. Este propulsor atinge 184 km/h e chega de 0 a 100 km/h em 10,8 s, no etanol e faz de 0 a 100 km/h em 11,8 s e a velocidade máxima de 180 km/h, na gasolina. Já o consumo do Argo, de acordo com a montadora, é de 9,2 km/l na cidade e 10,2 km/l da estrada, com etanol, e 12,9 km/l na cidade e 14,3 km/l, na estrada, com gasolina. A caixa de velocidades precisa e macia nos engates é de cinco marchas manual.



Esta versão do Argo custa a partir de R$ 55.690,00.
Aprovado!

E assista o vídeo e se inscreva. Toque o sininho e curta os vídeos:
https://www.youtube.com/watch?v=Gn_hz9bqCu0



ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (79)9 9161-5033

Visitas: 458285
Usuários Online: 123
Copyright (c) 2020 - Portal de Notícias Viaje Sergipe - Av. Senador Júlio César Leite, 1445 – Edf. Jardins – S/304 – Bairro Aeroporto / CEP: 49037-580 Aracaju/Sergipe/Brasil - Fone: (79) 99979-7974 - 99974-1811 - 99161-5033 - nairson.turismo@gmail.com